Minha Vida Uma Grande Vitoria


27/11/2009


Vinícius de Moraes

Como poder-te penetrar, ó noite erma, se os meus olhos cegaram nas luzes da cidade
E se o sangue que corre no meu corpo ficou branco ao contato da carne indesejada?…
Como poder viver misteriosamente os teus recônditos sentidos
Se os meus sentidos foram murchando como vão murchando as rosas colhidas
E se a minha inquietação iria temer a tua eloqüência silenciosa?…
Eu sonhei!... Sonhei cidades desaparecidas nos desertos pálidos
Sonhei civilizações mortas na contemplação imutável
Os rios mortos... as sombras mortas... as vozes mortas...
…o homem parado, envolto em branco sobre a areia branca e a quietude na face...
Como poder rasgar, noite, o véu constelado do teu mistério
Se a minha tez é branca e se no meu coração não mais existem os nervos calmos
Que sustentavam os braços dos Incas horas inteiras no êxtase da tua visão?...
Eu sonhei!... Sonhei mundos passando como pássaros
Luzes voando ao vento como folhas
Nuvens como vagas afogando luas adolescentes...
Sons… o último suspiro dos condenados vagando em busca de vida...
O frêmito lúgubre dos corpos penados girando no espaço...
Imagens... a cor verde dos perfumes se desmanchando na essência das coisas...
As virgens das auroras dançando suspensas nas gazes da bruma
Soprando de manso na boca vermelha dos astros...
Como poder abrir no teu seio, oh noite erma, o pórtico sagrado do Grande Templo
Se eu estou preso ao passado como a criança ao colo materno
E se é preciso adormecer na lembrança boa antes que as mãos desconhecidas me arrebatem?...

Rio de Janeiro, 1935

Escrito por VERTINHA às 12h41
[ ] [ ]

01/11/2009


Se for pra esquentar,
que seja no Sol;
Se for pra enganar,
que seja o estômago;
Se for pra chorar,
que se chore de alegria;
Se for pra mentir,
que seja a idade;
Se for pra roubar,
que se roube um beijo;
Se for pra perder,
que se perca o medo;
Se for pra cair,
que seja na gandaia;
Se for para haver guerra,
que seja de travesseiros.
Se existe fome,
que seja de amor;
Se for pra ser feliz,
que seja o tempo todo!!!

Mario Quintana.

colombina

Escrito por VERTINHA às 00h26
[ ] [ ]

Olá SILVANA, VER...VERTINHA

Hoje é um dia especial! Comece a sorrir mais cedo. Pense em coisas boas. Alimente seus sonhos. Escute uma música legal e dance, mesmo que sozinha. Valorize as pessoas próximas a você. Perca o controle. Grite. Espalhe alegria.

Lembre-se que você é um privilegiada. Nem todos têm as mesmas oportunidades. Agradeça. As coisas mais importantes são aquelas que você não pode ver.

Que tal começar hoje aquela mudança em sua vida que você vem adiando? Não espere para ser feliz. Não adianta tentar fugir de seus problemas. Ninguém consegue. Esqueça deles por um dia. Depois aprenda o que tiver que aprender e os enfrente. Não se deixe abater. Acredite. Tenha energia. O mundo começará a mudar quando você mudar. Viver vale a pena.

Lá no fundo, desejo a você mais um ano com muita saúde, paz e amor. Sinceros parabéns. Feliz aniversário.

bolo

 

Escrito por VERTINHA às 00h20
[ ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, SANTO AMARO, Mulher, de 36 a 45 anos, Gastronomia, Informática e Internet
MSN -

Histórico